domingo, 27 de março de 2011

A Cidade

O centro da minha cidade
Não me pertence,nunca me pertenceu,
Busco o encaixe perfeito
Mas não sei como aconteceu.

As pessoas parecem ser de outro mundo,
Não faço parte desse conteúdo,
A cultura não deveria ser a mesma?
Ou o povo vive em culturas pequenas?

Não enchergo mistura no povo desse lugar,
As casas,os prédios,as ruas,arquitetura singular,
As casas,favelas,morros,são arquitetura popular,
O que seria aculturar?

Observo a vaidade de quem mora lá,
Na minha,vejo pessoas querendo também participar,
A música,a comida,os costumes não são os mesmo,
Aqui tem branco,índio,preto,
E essa gente não quer se misturar.
O que é aculturar?

Somos filhos da mesma terra,
O mesmo sol,a mesma praia,
Em cada canto a arte daqui prospera,
E eu aqui sentada no banco da Praça Vermelha,
A criatividade criando asas,
Me sentindo um pássaro sem ninho,
Aqui perco a identidade
Vendo essa gente com máscara de falsidade!

MARA FARIAS








4 comentários:

  1. =D
    Saudades...
    Amor de minha vida!

    ResponderExcluir
  2. Oi Mara!
    Obrigada pela visita e pelo comentário no meu blog! Volte outras vezes para um café... :)

    Quanto ao seu blog, confesso que já vim aqui algumas vezes, só não me apresentei para a dona da casa. ^^

    Oi, prazer.
    Voltarei sim.

    Beijos, Fernanda Priscila.
    ( www.fernandapriscila.blogspot.com )

    ResponderExcluir
  3. Lindo*-*

    BeijO
    http://evesimplesassim.blogspot.com/

    ResponderExcluir