segunda-feira, 4 de abril de 2011

Mensagem Subliminar



Eu não sei mais o que sentes
De repente, você foi embora
Calado, sem dizer um adeus convincente,
É tão difícil se apaixonar por alguém como eu?
Lamentas?Eu não!Sofro mais que animal doente de calazar...
Mas ainda te espero, estúpida e austera...
O mais difícil eu faço, que é fingir não te amar...

MARA FARIAS



6 comentários:

  1. O armo de minha vida continua entrando em enrascadas...
    Mas já dizia uma frase do Los Hermanos
    "Eu sei é um doce te amar,
    O Amargo é querer-te pra mim"

    Saudades

    ResponderExcluir
  2. Quando foste embora pude então perceber que te deixei ir...um texto de alto toque em meu ser...vc já está lá no meu blog na lista de favoritos...rubensmilioli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Linda querida ..... parabéns .....

    ResponderExcluir
  4. Oi querida!!!!
    Que versos bonitos por traduzirem tão bem algumas das sensações que podemos sentir.
    A vida é assim, um conjunto de acontecimentos felizes e tristes que vão nos levando à beleza das emoções e a evolução.
    Um super abraçoooo.

    ResponderExcluir
  5. Mara,eu não acretito que vc fez isso!Até um doido percebe que vc colocou o nome de Edcelmo como um acróstico!

    ResponderExcluir
  6. eu quase não percebi que essa poesia é um acróstico. tive que ler duas vezes...

    ResponderExcluir