segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

O PRIMEIRO DIA DO ANO


Foi assim: Senti a areia da praia roçando os meus pés,
A onda era pequena e trazia calma, 
Emudeci por alguns instantes para sentir o vento,
é importante sentir o primeiro dia do ano 
como se fosse o primeiro dia da vida,
mesmo sabendo que nada mudou
que tudo é consequência do passado.

A vida infelizmente não recomeça no dia 1°,
A vida continua e a gente tenta modificá-la,
A gente abre os olhos e percebe que nada acabou,
Que tudo é continuação e que só as datas mudam.

Eu tentei refletir por alguns instantes
e um anjo me apareceu:
Era ela, uma mulher linda...
- Vai dar tudo certo... 
falou como alguém que sente tudo,
Aquele abraço eu não vou mais esquecer.

MARA FARIAS

Obs: Para você amiga querida, que apareceu no momento exato.


Um comentário:

  1. As imagens poéticas provocadas pelo mar são mesmo grandiosas!

    ResponderExcluir